OPINE AQUI

É livre o direito de Opinião, que não exprime necessariamente o ponto de vista da Asfeto,
sendo o emitente responsável pelo seu inteiro teor e conteúdo.
Antes de enviar veja as opiniões que já foram publicadas.

Role a página até o final e opine a vontade.
Participe! Sua opinião é importante para toda a categoria.

Clique aqui para ir direto ao formulário de envio de opinião

985 Opiniões

  1. caubi vieira peixoto

    parabens wanderley,pois a ASFETO foi a primeiro a manifestar nota contra esta troca de escala pelo truculento superintendente,fazendo cumprir de forma autoritaria,passando por cima de todos.

  2. “LETRA DA MÚSICA
    Por que será
    que ninguém me convidou?
    Não se lembra
    quem eu sou,
    não quer me escutar?

    Agora tudo isso vai mudar
    O movimento chega em qualquer lugar
    Quem tá parado vai cair,
    quem se mexe vai subir
    A nossa força veio prá ficar
    A nossa força a gente sabe muito bem!
    A nossa força não tem, não tem pra ninguém!
    A nossa força a gente sabe muito bem!
    Nào tem prá mim, , não tem pra ninguém!

    Democracia
    Todo mundo se unindo
    Democracia
    Cada um no seu lugar
    Democracia
    Tudo, tudo transformando
    Democracia
    Para sempre melhorar

    Eu exijo respeito, conquistei meu direito
    sei fazer, sei mostrar, sei provar e ensinar
    cuido de gente, com talento e alegria,
    o meu sustento eu conquisto todo dia,
    na escola, faculdade, academia.
    Vai fiscalizar onde precisa,
    vai caçar quem se esconde,
    vai multar não sei onde,
    e me deixa trabalhar em paz, rapaz!
    Me deixa trabalhar em paz, rapaz!

    Democracia
    Todo mundo se unindo
    Democracia
    Cada um no seu lugar
    Democracia
    Tudo, tudo transformando
    Democracia
    Para sempre melhorar”

    Por mais que sejamos muitos nesta empreita, somos um só corpo para que a SEFAZ-TOCANTINS possa conseguir superar as suas METAS.
    ENTÃO:
    “MIM DEIXA TRABALHAR EM PAZ, RAPAZ!”

  3. MARIA ALVES DE PAULA

    A escala de 7,5 X 22,5 foi uma conquista que sempre deu certo e assim sempre sera, porque atende às necessidades tanto da SEFAZ ,quanto dos auditores. Sete dias de escala é tempo suficiente pra abordar , fiscalizar, e aguardar pagamento dos tributos que na maioria das vezes , leva de dois a cinco ou seis dias pra ser regularizado perante à fiscalização. O que não sera possível numa escala de 4 +4. O tempo dividido e o trabalho não realizado. O nosso objetivo é trabalhar e arrecadar. Com essa escala de 4+4 só iremos trabalhar na hora.de concluirmos o trabalho que seria a arrecadação, simplesmente transferimos pra outra escala porque finda os 4 dias.Essa é minha opinião. Sou pela escala de 7,5X 22,5.

  4. caubi vieira peixoto

    estamos indguinados com a superintendencia e fiscalizaçao da SEFAZ,apos a mudança nas escalas dos postos fiscais,tendo que ir duas vezes,e como vai ficar os colegas que residem em outros estados,para mim isto e uma retaliaçao,cade nossos representantes,para cobrar explicaçoes sobre esta mudança,sem primeiro consultar a categoria,é um absurdo,e truculento o que eles fizeram.

  5. Caro amigo, Caubi, Bom dia.
    Fiquei muito contente com sua participação aqui em nosso site.
    A respeito de sua colocação é muito preocupante a situação a respeito da tabela de nossos subsídios em que foi criado um amontoado de incertezas. Desde a edição da lei 3174, revisão geral 2016, a diretoria da ASFETO vem analisando juntamente com a assessoria jurídica esses atos, mas com muita prudencia e cautela. Essa semana próxima iremos publicar uma matéria emitindo nossa opinião a respeito do assunto.
    Reitero agradecimentos pela sua participação!!!
    Aqui sempre a seu dispor.
    Grande abraço.
    Wanderley Noleto

  6. caubi vieira peixoto

    ninguem comenta sobre a publicaçao da nova tabela de vencimentos do governador publicada neste ultimo D.O.onde tivemos perdas salariais,reage categoria,

  7. Antônio Geraldo

    * O problema maior é que a ambição pelo poder não deixa ocorrer sucessão na representação. Muitos interesses e mordomias em jogo,de modo que existe uma trama onde os figurantes do topo se dizem opostos,se repelem,anunciam cada um seu projeto, mas no fundo no fundo ,é tudo a mesma turma. Seria importante a categoria entender que quem critica,organiza,discute, aponta erros,e que está articulando por supostas melhorias gerais na classe,não passa de uns mantenedores a serviço de outros articuladorés reciprocamente ,e que são da mesma estirpe dos influentes e mandantes da atual representação da nossa categoria. Ou seja,é uma ciranda onde articulam, simulam brigas e problemas, para sempre se manter uma estrutura,que ao final beneficiará em acordos pregressos,todos eles,e nunca a categoria.Projeto de várias pessoas,unidas,pra se estruturarem no poder.Alguns fingem criticar,outros anunciaram obstacular,fiscalizar,outros organizam movimentações e fazem arguições em grupo,mas tudo pré organizado, comedido,direcionado e controlado,apenas com ares de oposição, mas na verdade a mais de uma década amigos,e mui amigos.
    Ilusão aos nossos olhos de turma de oposição. Não não. Farsa. Daí o caos que se instalou, pois todos eles nunca fizeram por onde de fato transigir junto ao governo ou entre si,apenas a alegar que sim,juntamente com promessas e ameaças junto a nos dá categoria em geral. Se quisermos resultado, temos de sair deste esquema multilateral ,e organizarmos de forma independente e diferente, nossa verdadeira oposição e bandeira de trabalho.

  8. claudio

    E os retroativos de 2015 e 2016 vamos ficar esperando o tal ” conforme disponibilidade financeira do estado”, todo retroativo estamos perdendo, pois a inflação corroi e o governo quando paga com muita briga paga a niveis da data de aquisição do direito, perdemos sempre 20% do valor, o governo sempre faz o que quer e nos com não temos força nem representação ficamos a esperar que nem mulher gravida, só que a gravida um dia sai, nós nem previsão temos, isso sim é fisco forte, oh fortaleza de categoria. Tenho é vergonha.

  9. claudio murilo

    Vamos mudar o nome para AFRE -Auditor Fiscal de Retroativo Estadual.

  10. claudio murilo

    Fisco de Goias tem adin e não tem medo de nada, não fica refem como nossa categoria amedrontada sem nenhuma necessidade, salario de quem entrou em 2005 no fisco de Goias, 27 mil e um auxilio transporte de 3.600,00, salario de uma ex colega nossa, vejam portal da transparencia, mais queremos o que, na reunião com o secretario a entidade disse que o monetario não nos chateava, então eles aproveitam e não pagam os retroativos, agora eu não dei procuração pra ninguem falar isso em meu nome, pra mim o monetario importa sim e muito, essa da adin é desculpa de acovardados isso sim, precisamos acordar, o cerebro foi feito para pensar, e parece que muitos não utilizam, vão na onda dessa em toda eleição a adin será pautada no ano seguinte, que só eles conseguem defender, já tem advogados demais envolvidos, então qualquer um daria prosseguimento normal, alias talvez ate melhor, pois deixaram de pedir ao governo ou procuradoria para que peticionassem para que o Dias Tofolli se declarasse impedido de relatar, pois já havia falado no processo quando era da AGU. Então acordem Alices, vamos pra frente, pra trás já temos 2 anos que estamos indo.

  11. claudio murilo

    Somem os prejuizos, vamos lá quase 6 mil retroativo atualização, 4600, 00 redaf janeiro e fevereiro de 2015, retroativo data base 2015 mais ou menos uns 4 mil, data base 2016 ate o momento 16 mil, quando começar a pagar parcelado aumentará os passivos, ficará em torno de uns 12 mil, promoção sem efeito financeiro uns 15 mil em dois anos, pois a lei deveria ser 1 de janeiro de 2015, suspensa por decreto e depois refeita sem efeito financeiro, mais a lei que vale é a que o Sandoval/Siqueira havia feito, algo em torno de 57 mil, e com certeza vamos perder ainda muito mais com essa inercia atual dos representantes, essa de pedir e não exigir nossos direitos, essa de agachar pra governo ao invés de mostrar a importancia e exigir respeito, não vejo mais luz no fim do tunel dessa forma, adin é só uma desculpa pra não fazerem o dever de casa, “ah temos que ter governo amigo, caso a adin seja positiva precisamos de um novo cargo”, cada conversa sem nexo, essa adin não vai ser julgada em menos de uns 5 anos, isso se for, com essa avalanche da lava jato, terá que julgar muita coisa, e nossa relés categoria e seu cargo de auditor não é prioridade para o STF, caiam na real, toda eleição vem com essa de que será pautada a adin no ano seguinte, e passa medo em um em outro, sejam mais espertos, precisamos de salario e não de enganação de que adin vai sair esse ano, ano que vem, no outro ano etc, quando acordarem estaremos com salario a nivel de 1998, ai quero ver recuperar, falta muito ainda para sermos uma categoria de respeito mesmo, governo nenhum nos respeita mais, vivemos agachados para qualquer governo, principalmente o governo amigo, agora uma coisa é certa, pra nós perdemos tem alguem ganhando, e ninguem vai ganhar nada nas minhas costas, e espero que a categoria tambem não aceite isso.

  12. claudio murilo

    Meu Deus que fraqueza estou vendo no fisco nesses ultimos dias, comemorando como uma vitoria uma atualização de 500 reais com um ano de atraso e sem data para receber retroativo, alias retroativo sempre vira alguma coisa judicial, isso quando judicializam, o que já é dificil demais acontecer, juridico será que existe por lá, precisam fazer um curso com o fisco de Goias, lá escreveu não leu o pau comeu, aqui escreveu não leu, fica por isso mesmo, fico envergonhado de ler algumas coisas no whatsapp e ainda alguns dizem “fisco forte” kkkkkkk, o governo já nos trata igual moleques há muito tempo, sabem da nossa subserviniencia total, do nosso modo de pedir esmola, de não exigir direitos é sim esmolar os mesmos, janeiro de 2017 teria outra atualização, mais deve ficar pro fim de 2017, e o retroativo mais um a nunca receber, vergonha unica palavra que vem a minha cabeça numa hora dessas, a categoria vai entrar em extinção não pela adin que tantos morrem de medo, que acham que temos que ser refens, e o governo aproveitando disso, vamos nos extinguir pela fraqueza e por inercia de quem deveria nos defender com unhas e dentes, pois ir lá agachado e pedir “pelo amor de Deus” qualquer um faz, mais um ano termina com prejuizo, mais não pensem que tudo ao nosso redor não aumentou, só nosso salario não acompanhou ao menos a inflação pois não temos pulso e vontade de que isso aconteça seja como for, estou envergonhado dessa situação, pra ser assim Ghandi para presidente do sindicato 2017, esse era passivo demais, e hoje estamos ainda mais passivos que ele. Indignado.

  13. claudio

    Vejo muitas opiniões nos grupos de whatsapp que reconhecem que estamos sendo enrolados, que o governo quer ganhar tempo, etc etc etc, mais não vejo as providencias cabiveis, alias poucos cobram as providencias cabiveis, mais uma prova de satisfação, vou esperar concurso pro judiciario, mesmo oferecendo 9% eles estão de greve por 11%, e o executivo não oferece esses 9% de jeito nenhum, a não ser que fosse na pressão, mais isso não nos pertence mais(greve), somos da passividade total, somos do dialogo ate com quem não quer dialogar, Ghandi pra presidente do sindicato 2017.

  14. claudio

    Realmente comemorar o que, quase a mesma coisa que comemorar aniversario de uma pessoa com cancer em fase terminal, dia 21 de setembro deveria ser dia de reflexão, pensar no que perdemos e estamos perdendo por falta de atitudes mais energicas, não compreendo o pensamento de muitos, redaf minimo e estão satisfeitos, salario defasado e estão satisfeitos, não recebem data base e estão satisfeitos, não recebem retroativos e estão satisfeitos, não se vê um futuro e estão satisfeitos, acreditam em progressão ano que vem, isso é piada né, sem atualização do redaf e estão satisfeitos, esses são os verdadeiros brasileiros, satisfeitos com muito pouco, por isso os politicos nadam de braçada, eles não se contentam com pouco, acho que não são brasileiros então, so Freud explica essa satisfação com perdas, como explicar essa sindrome de satisfação, será que é contagiante, será que sou vacinado por isso não adquiri, será que falta maturidade da categoria, será que tem maturidade demais, não tem como compreender tais atitudes, é caso de estudo aprofundado, Dr, Drauzio Varela o sr. consegue explicar essa kkkk,

  15. claudio

    http://www.t1noticias.com.br/politica/eduardo-critica-ausencia-da-data-base-na-ldo-e-diz-que-apresentara-emendas/79163

    Vejam o que eu já tinha falado por aqui, não incluiram nem o que eles diziam quitar o ano que vem, não há inclusão de data-base nem retroativo de 2015, 2016 e 2017.

  16. claudio

    Colegas temos que ficar de olho na LDO 2017, tem que estar incluso a data-base de 2017, senão é uma desculpa a mais pro governo não pagar, temos que cobrar dos deputados de oposição que fiquem de olho na inclusão dela, se não tiver que seja incluida, ano passado foi assim o deputado Eduardo Siqueira fez incluirem, pois não havia, quer dizer já pretendiam não pagar desde o ano passado, então srs da associação e da entidade-mor, vão atrás dos deputados e peçam que fiquem de olho nesse quesito e caso não esteja façam a inclusão, com a fragilidade desse governo na atualidade se um deputado falar todos acompanham, e tomemos cuidado de não quererem tramitar rapidamente essa materia para que não descubramos, que todos os sindicatos e associações fiquem de olhos abertos.

  17. claudio

    …. em tempo, a data-base de 2016 gerará um retroativo de mais de 1 ano, e sabem quando receberemos esse retroativo, jamais, ou em outro governo que não seja desrespeitoso com seus servidores como o Marcelo. Façam as contas, perdemos algo em torno de 2 mil por mês, ate setembro caso pagassem mesmo seria um retroativo de mais de 32 mil, só pro fisco seria algo em torno de 20 milhões de retroativo, ai já sabem né, mais um prejuizo para ajuizar na justiça, como sempre nunca recebemos nenhum processo mesmo, nosso prejuizo é enorme, só não vê quem não quer, cadê a entidade-mor, nos deixará ter mais esse prejuizo, vejam bem, no nosso caso todo prejuizo potencial é contabilizado como contas perdidas.

  18. claudio

    kkkkkkkkkkkkk sabem do que estou rindo, da proposta do governo para a data-base, tem que rir para não chorar, como já disse cada mês um prejuizo de mais de 4 mil, redaf deve ser só o minimo daqui pra frente, sem data-base e atualização do redaf, é isso que merecemos mesmo, vamos lá voltar aos anos de vacas magras, quem não chora não mama, não choramos, não vamos mamar, piada de mal gosto kkkkkkkkk.

  19. claudio

    Vejam o quanto a total subordinação só faz mal a alguem, ou a uma comunidade ou categoria, os presidiarios(assassinos, estupradores, ladrões etc) quando acham que a comida está rum, os colchões estão ruins, há super lotação, não há visitas intimas, não há horario de sol etc, o que fazem essas criaturas nocivas a sociedade, fazem rebelião, e o que faz o governo, faz negociação, mudam o cardapio, mudam os colchões, atendem todas as exigencias para que acabe a rebelião. O que faz o governo com os trabalhadores, nada, fingem de mortos, de surdos, de mudos, parece não haver importancia para eles, imagina se os servidores fossem ficar só pedindo de pires na mão, mendigando uma sobra do governo. Vergonhoso dizer que temos força e nunca mostrar essa força, acho que essa força está sendo usada como o tal “golpe” que a presidente afastada está usando para convencer a ela mesma que é golpe, mesma sabendo que não é, uma tentativa de lavagem cerebral para tal, o mesmo ocorre com nossa categoria, ficamos repetindo que temos força para nos convencer, pois se assim fosse não precisariamos mendigar, bastava ameaçar que já eramos atendidos, temos que mostrar força é pros gestores e não somente na nossa imaginação, fique registrado que em breve a media de idade será 50 anos, qual força teremos com idade avançada para recuperar o que estamos perdendo nesse momento e com certeza perderemos ainda mais, pois estamos mostrando é fraqueza e não força. Voltando a questão dos presidiarios. O bandido só rouba quem não está preparado e armado para tal, pois quem está de olhos abertos e pronto para tal não terá suprimido seus bens, no nosso caso nossos direitos, na verdade não estamos preparados pra nada, mendigar com pires na mão, agachar, ajoelhar e dizer amem é pros fracos, cada um faça a “leitura” de nossos 22 anos de fisco e cheguem a sua propria conclusão.

  20. claudio

    Que silencio profundo é esse da entidade-mor, redaf esse mês é o minimo, data-base(esse é o maior silencio), atualização do redaf(silencio total), quer dizer prejuizo de mais ou menos 4 mil só nesse mês, 2 mil da data-base(silencio mortal), 1250 redaf minimo, e mais de 500 reais da atualização do redaf(silencio mortal tambem), “até quando esperar, a plebe ajoelhar, esperando a ajuda de Deus(marcelo Miranda)” musica da banda plebe rude, ou do fisco do tocantins, assim podendo ser considerada, quando o silencio é muito é porque vem tempestade, quando há muito barulho a chuva é mais fraca, como diz o ditado “muita trovoada, pouca chuva”, fico até preocupado, embora parece que muito poucos compartilham dessa mesma preocupação, a maioria parece satisfeita com a atual situação, mora, dorme e come, essa é a satisfação do brasileiro, todos os governos fizeram uma lavagem cerebral com os brasileiros para que isso fosse o essencial da vida, por isso o judiciario e o legislativo são a vanguarda do funcionalismo publico, eles não se contentam com a subsistencia somente, querem algo mais, e no executivo mora a verdadeira covardia, sempre de pires na mão, todo ano a mesma coisa, mendigando a data-base e todos os direitos, pergunto de novo “até quando esperar”, depois fazem a seguinte pergunta: Porque brasileiro tem a sindrome de vira-lata perante o mundo, simples, somos tratados como cachorros vira-latas mesmo pelos governantes e não temos a coragem de virar o jogo seja da forma que for preciso.

  21. claudio

    https://lillianwittefibe.com/2016/08/19/a-folha-de-pagamento-nao-tem-nada-a-ver-com-o-deficit/

    Vejam a opinião dessa grande jornalista e tirem suas conclusões.

  22. claudio

    Em tempo vale lembrar que o redaf não foi atualizado e perdemos mais R$ 4.000,00 em 8 meses sem a correção, some aos prejuizos colocados anteriormente, e vale ainda lembrar que a cada mês o prejuizo aumenta em torno de R$ 2.500,00 (dois mil da data base 2016 e quinhentos reais da atualização do redaf) tá bom ou querem mais.

  23. claudio

    Perdas do fisco de 2009 aos dias de hoje:( Adicional noturno – valores medios que diferem de escala para escala).
    – Fevereiro de 2009(governo Marcelo) – Sancionada lei do adicional noturno, não pago durante o ano – Prejuizo – em valores atuais – em torno de R$10.000,00, considerando 1 mês de ferias ao ano, e valores liquidos.
    – Ano de 2010(Governo Gaguim) – não pagou também, aproveitando o fator do governo anterior – Prejuizo – em valores atuais – Em torno de R$13.200,00, considerando 1 mês de ferias, e valores liquidos
    – Anos de 2011 a Agosto de 2014(Governo Siqueira Campos e Sandoval Cardoso) – Também não pagou aproveitando os governos anteriores- Começando a pagar via judicial em Agosto de 2014 – Prejuizo – em valores atuais – Em torno de R$ 52.800,00 – considerando um mês de ferias e valores liquidos.
    – Ano de 2015(governo Marcelo) – Redaf Janeiro e fevereiro – Prejuizo de R$ 4.600,00, 5 pagamentos de redaf minimo por não observancia da nova lei em termos de formulação do valor da meta – R$ 6.300,00
    – Ano de 2016(governo Marcelo) – Não pagamento acordo da data base de 2015 – prejuizo em torno de R$ 3.500,00, não pagamento da data-base de 2016 – até agora 3 meses, prejuizo em torno de R$ 6.000,00.
    Quem trabalha em postos fiscais(recebe adicional noturno) amarga um prejuizo de mais ou menos R$ 90 mil reais, e quem não trabalha em posto(sem adicional noturno) em torno de R$ 20 mil reais, sei que muitos pensam que geram retroativos, mais nunca recebemos nenhum, então de nada adianta pensar que receberemos tão breve, se recebermos. Valores consideraveis não concordam.

  24. Claudio, nosso grande e imbatível Claudio:

    Você durantes anos representou (e ainda representa) a resistência do fisco. Suas ideias e argumentações, não encontra paralelo, muito menos, que lhe possa contra-arrazoar. É natural, que em alguma parte de sua vida, possa pensar, como João Batista, que mesmo pelos crentes, foi cognominado, “Voz que clama no deserto”, por sua insistência, em tentar salvar, ao seu modo de pensar, renitentes pecadores. Permita-me reproduzir o que está escrito? ” Raça de víboras, quem lhes ensinou a fugir da ira futura? Aparai vossas veredas, endireitai vossos caminhos, pois aquele que não sou digno de beijar as alpercatas, está próximo de vir”. No entanto, de nada adiantou a pregação desse que chamam de santo.
    Não deixe que o desanimo o alcance. Cada povo tem o governo que merece. Vamos fazer a nossa parte, independentemente, das opiniões, seja contra ou a favor. Façamos a nossa parte. Aquele que consegue rir e fazer piadas em uma situação como essa que vivemos, não passa de estupido ou imbecil, amparados por umas concessões de escalas e acha que sua vida está resolvida! Está mais desgraçado que você, convenhamos. Nietzsche disse: ” O meu tempo não é de agora, pertenço ao amanha.”
    Quem está fazendo piada, hoje, poderá chorar amanhã? Quem sabe? Você mesmo disse: “humor negro?” O nosso futuro, torçamos para que não o aconteça, se demonstra sombrio. Querem manter somente 3 delegacias e fazer as escalas em ´Palmas. Hoje, puxa-sacos como esses conseguirão algumas, e depois de amanha, conseguirão também? Não passam de idiota uteis, hoje, amanha, dispensáveis e descartáveis!
    Portanto mantenha seu ritmo, sua fé, por que estamos construindo o futuro hoje, amanha poderá bater no peito e dizer, sabia de tudo isso, fiz minha parte e não contribui com tudo o que está acontecendo.

    Os deixe no mundo cinzento em que vivem, mesmo por quê, idealismo não é para espíritos pequenos!
    fiquei feliz em falar com você!
    Boa noite.

  25. claudio

    Ultimamente estou vendo que tem mais uma atribuição ao fisco, piadistas, alias piadas de humor negro é claro, tenho visto varios colegas opinando a favor e contra tomarmos atitudes na atual conjuntura, respeito a todas opiniões pois “dizem que estamos em uma democracia”, nem sei se estamos mesmo, mais ao menos dizem que estamos nesse brasil varonil, agora alguns não opinam nem a favor nem contra mais qualquer opinião vira piadinha, stand up show durante o tempo laboral de 4 dias de plantão e estress elevado, não sei quando “o serio” será tratado a serio, será que for quando a “vaca for pro brejo”, passarmos nem a receber o redaf minimo, tivermos o poder de compra despencado em 50% ou mais, ai eles acham que é só chegar no governo e pedir, queremos 50% de reposição e o governo vai de imediato repor, quando isso acontecer apesar de estarmos no mesmo barco o piadista será eu, quando ouvir gente falando em entrar em consignados, a piada será minha, engraçado que essas mesmas pessoas já passaram por maus bocados e parecem estar com saudades daquela epoca, quando falei que se continuar assim poderemos voltar ao patamar de 1994 um dos piadistas achou bom, pois disse que voltaria a ter a idade tenra de menos de 30 anos, adoro piadas na hora certa, brinco na hora certa, quando se coloca meu futuro e de todos os colegas na berlinda, acho que não cabe piadinha, quem ganha dinheiro com piadinha é humorista e não auditor, não há respeito com a opinião alheia, vira piadinha, engraçado que eu ouvindo opiniões contrarias vou ao debate e não as piadas, mais quem planta colhe, e quem hoje é piadista amanha será plateia, parece que eles esperam que deus resolva até isso, para essas pessoas “religiosas” vou relembrar a biblia, Deus disse “faça sua parte que a minha eu farei”, se eles leem a mesma biblia que eu tenho saberá, alias esse comentario deverá virar mais uma piadinha, e digo aos colegas que escrevem no whatsapp tambem, seus comentarios viram piadas também viu, eu nem sabia que tinha tanto humorista assim como colegas, deveriam fazer um stand up show, e podem fazer as piadas que quiserem com esse comentario, tou cag… e and…., pois quem ri por ultimo ri melhor, alias quem conta piada por ultimo conta melhor, e já que é para contar piada, vou me adaptar contando uma que ouvi numa roda de colegas: Um colega disse que estava de ferias e viajou, foi se hospedar num hotel, deve ser 5 estrelas no minimo né kkkkk(piadinha 5 estrelas pra funcionario publico) ao chegar e o recepcionista fazer a ficha perguntaram a ele qual a profissão, ele disse “auditor fiscal”, mais que de pronto um carregador de malas veio correndo pra carregar as malas pra ele kkkkkk(mais piadinha), acho que o carregador deve ter entendido “senador”, “governador”, “milionador kkkk”, isso sim é uma piada de verdade, não a situação atual que requer “pisar em ovos”, agora isso foram colegas que fizeram piadas, nada a ver com a entidade-mor, essa está calada até demais. Para finalizar esses colegas utilizam muito as palavras “fazer o que”, “não adianta”, “a maioria”, “não tem jeito”, “tem que se adaptar ao que ganha”, não vejo palavras de ordem “não vamos perder”, “vamos repor o que perdemos, pois meu padrão de vida não pode cair”, alguem já viu um predio começar de cima pra baixo em pleno ar, acho que começa nas bases, depois colunas, estruturas, então pra alcançar a maioria tem que começar por baixo, nas bases, estruturas,para encerrar kkkk vou rir para não chorar. E façam as piadas que quiserem, tenham preconceito com os antigos cargos, só resta lembrar todos eram do quadro do fisco, a similaridade de atribuições era no minimo 80%, o mesmo que será levado em conta na adin, a similaridade de atribuições pode ser o divisor de aguas para ganharmos essa causa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *