Destaque, Geral

Nota-de-Esclarecimento2-620x310 (Cópia) Em respeito aos seus filiados, e somente devido a isso, a Diretoria da Asfeto vem de público repelir as aleivosias e achaques sobre a entidade, contidas na “nota de solidariedade” (?) veiculada na categoria dia 03-09-2021, por razões abaixo:

  1. A Asfeto, pessoa jurídica de direito privado, autônoma, independente e livre, não é, não foi, e não será, nem indiretamente, parte do pleito para realização novel corpo diretivo que será realizado no Sindifiscal;
  2. Crê esse assunto como economia interna daquela entidade e respeita sobremaneira seus assuntos institucionais, como de qualquer outra entidade, sendo que espera delas, equânime tratamento e reciprocidade no futuro;
  3. É ocioso reafirmar, no entanto, que os associados da Asfeto são livres na sua manifestação constitucional de pensamento e poderão estar de qualquer lado no pleito, não tendo que dar satisfação a quem quer seja, sobre esse assunto;
  4. A tática de caluniar, espalhar ódio e terror, jogar irmãos contra irmãos de labor em luta inglória e fratricida, para se lucrar e tirar proveito pessoal, é antiga, repugnante e de explicita má fé, e merece todo o desprezo hodierno que essa pratica angariou da categoria fiscal tocantinense;
  5. A diretoria da Asfeto reafirma ainda que não ficará respondendo ataques gratuitos, fortuitos, desarrazoados, sem nexo, “notinhas”, de quem por suas ações pretéritas já exaustivamente execradas pela categoria, procura desesperadamente alguma projeção, promoção pessoal, com intuito se capitalizar para eleições sindicais …
  6. Com serenidade e confiança, a Asfeto seguirá com os olhos voltados para o futuro da categoria, atuante e intimorata, como sempre foi, pois considera perda de tempo, dispersão de energia e foco, ter que tratar de assuntos como esse.

Desse modo a Asfeto é impermeável à tentativa de influencia por pessoa estranha ao seu corpo de associado, somente devendo a esse explicação e satisfação sobre seus posicionamentos, dado que àquela agindo de forma injusta, ilícita e com fim de desagregar e criar desavenças não terão espaço e nem vez aqui nesta instituição.

Ao finalizar esta nota, a Associação reitera que repele e não admitirá utilização indevida de seu consolidado, reconhecido, diligente e atuante mister empenhado com dedicação de sua Diretoria que numerosos frutos de seu trabalho já trouxeram muitos benefícios a seus associados e por consequência categoria fiscal. Continuaremos firmes na condução e defesa de nosso excelente e seleto quadro de filiados e será rechaçada de forma desvelada todo esforço no sentido de impedir o uso oportunista de proveito político eleitoral desta nobre entidade, isto posto, para quaisquer grupos que estejam em disputa pelo destino da entidade sindical, seremos imparciais e agiremos sempre com isenção.

 À

DIRETORIA

8 Opiniões

  1. Boa noite a todos.
    A ASFETO enaltece as mensagens dos colegas neste site. Auditores que tem credibilidade na categoria, com colocações e opiniões que refletem o cenário em que nossa categoria está vivendo.
    A respeito do trabalho indiscutível e inquestionável que a associação vem fazendo causa raiva e indignação aqueles que esqueceram que somos uma categoria e não um grupo de interesseiros que utilizaram da entidade sindical em um passado recente como um meio oportunista de tirar proveito pessoal e de grupos, o qual, esta coesa diretoria vem denunciado.
    A ASFETO tem se mantido a distância de influências nas eleições sindicais respeitando a liberdade e o pensamento individual de cada integrante da categoria, mas devido ao seu consagrado trabalho reconhecido e de resultado irá tomar providências cabíveis judiciais contra aqueles que venham a utilizar o nome em vão de nossa querida entidade, forçosamente em defesa de seus filiados e de nossa nobre e respeitosa categoria, em defesa institucional de seu quadro, seremos intransigentes.
    Saudações,
    Wanderley Noleto
    Diretor presidente.

  2. Antônio Geraldo

    A nota que cita nome da ASFETO e faz menção intuitiva de associados,inclusive envolvendo de maneira criativa e ilusória diretoria atual do sindifiscal ,administração e a ASFETO, em um enredo criado,fruto de vontade que ocorresse,mas não a verdade dos fatos. Porque não se diz então o desenrolar dos fatos,como ocorreu ? Outro detalhe importante foi observado pelo colega que em comentário anterior disse que a ASFETO é querida por todos filiados,fato que entendo e percebo ser naturalmente verdadeiro, espontâneo ,mas porque será todos gostam e tem satisfação em compor a ASFETO ? E mais..,e se tem a mentalidade para tentar denegrir a imagem da ASFETO, porque não fala das inúmeras ações que a ASFETO resguardou a seus e filiados e algumas até a toda categoria por extensão de direitos, e isso na lacuna deixada pelo sindicato ,em algumas ações necessárias junto a justiça ,à época,sindicato este outrora comandado por quem agora o autor da nota se alia para exatamente ferir com palavras a ASFETO, sindicato atualmente ,…enfim, demais envolvidos na nota,de forma generalizada,superficial,sem argumentos plausíveis, ao meu ver com fundo puramente de criar opiniões de oposição. Repito ,quando tudo que ocorreu veio a tona,é isso foi imediatamente,demonstrando que não era nada disso que a referida nota sugeria,afirmava,então quem agravou nada fez ou falou ou divulgou para retratar ,restando só a opinião divisora inicial, o que não é bom para a categoria como um todo, pois cria desavenças,injustiças,divisões,…
    O autor deveria buscar a construção,fortalecimento,pois brigas e rusgas assim não vão levar a categoria muito longe não,isso não acrescenta nada de positivo aos resultados de todos nós. O individualismo não pode prevalecer,e a categoria não pode se deixar levar por isso. Todos somos de interesse de objetivos coletivos, ou menos resultados coletivos favorecem a todos, porém para alcançar,tem de se agir com disposição para tal,e intrigas e controvérsias de afogadilho ,como ocorrido,na ânsia de desmerecer,não é nem de longe favorável a isso.

  3. Isaque Cairo

    Estarrecedor que os vampiros de sempre busquem protagonismo com a mesma tatica imunda de imputar aos outros toda podridao que levam na alma .
    O autor desta nota nao passa de um reles traidor, com a capacidade de em reuniao de diretoria afirmar que compromissos de campanha deveriam ficar restritos a campanha, nao existindo necessidade de implementacao durante o curso do mandato.
    Afirmacao prontamente rebatida por aqueles que fazem da honra e da etica seus principais tesouros, nao buscando outros interesses que nao sejam estritamente o coletivo.
    Ha passado da hora deste e de outros abutres serem chamados ao crivo do judiciario para atestarem todo o mal que disseminam, fruto do mal-caratismo patologico e da propensao a psicopatia que portam.
    Abutres nefastos, necessitam da podridao para sobreviver.
    A ASFETO segue altiva, nosso lema segue vivo.
    Nao MENTIR, nao ROUBAR, nao TER MEDO.
    Parabens Professor, jamais nos permitiremos ser medidos com a mesma regua que os canalhas usam para si e para seus cumplices.

  4. O modus operandi persecutório de alguns ex-diretores do Sindifiscal continua o mesmo, não aprenderam nada com o tempo e nem com as lições recebidas! Mentiras, perseguições, farsas, teatro barato, acusações sem pé e nem cabeça, tudo para tentar disfarçar incompetência e má fé em que são pródigos … apontam seus dedos sujos para os outros, sentam em seus enormes rabos e tentam caluniar colegas de trabalho, tática mesquinha, nefanda e Canalha. Pé de mandacaru não produz uvas … !
    Vamos perguntar para o senhor emitente da “nota” de solidariedade “Qual o motivo da existência da Asfeto?”
    Seria pelo vácuo de representação do sindicato, suas mazelas administrativas e financeiras, negligencias com o gigantesco passivo da categoria, perseguições implacáveis a pessoas da classe como eu? Suas arrogâncias, falta de companheirismo, chacotas e pilherias várias a colegas que não aceitavam seus procedimentos? Será que esses, dentre outros motivos, fizeram crescer e florescer nossa Asfeto, querida e amada por seus associados? Um guarda-chuva protetor que deu proteção e guarida a diversos colegas que precisavam se abrigar de perseguições desumanas? Perguntem a ele sobre o destino da 2ª Ação de horas extras, sabe de alguma coisa? Outra: Será que sabe de algo quando foi membro do Conselho Fiscal da Entidade ou só sabe mesmo perseguir colegas?
    Sugiro que tente aparecer de outra forma, talvez usando de boa intenção, para variar! A nossa categoria amadureceu e agora não tem mais espaço ou tempo para perder com bobagens como essas.

  5. Benedito Neto

    Fiquei surpreso com o professor dando ouvidos a esse pequeno homem, conhecemos seu passado carinha.

  6. PAULO JOSE LIMA DA SILVA

    Desde já agradeço muito à ASFETO por existir, e por você como Diretor Presidente. Sabemos que suas intenções são sempre para o melhor pra todos nós. E sei que os filiados saberão discernir as verdadeiras intenções destes caras. Não conseguirão acabar com a nossa Associação. Fomos feito com um alicerce de que , quem está de fora e não sabe de nossa história, jamais conseguirá entender como é muito grande a nossa União.
    Fique em Paz Wanderley. Os CÃES latem, mas a nossa Caravara seguirá adiante.
    AVANTE E SEMPRE NA LUTA!!!

  7. Claudio murilo

    Realmente é desnecessário responder a esses que acham que podem colocar notinhas em grupos, não representam mais ninguém a não ser a sua vontade própria e interesses pessoais, acho que para se colocar alguma nota de credibidade o próprio escritor deve ter essa credibilidade e hoje desnecessário se faz dizer que credibilidade se adquiri com atos e não achando que tem, nota explicativa sobre os empréstimos, pagamento aluguel entre outros mal fadados atos praticados sem autorização da categoria deviam sim serem colocados em grupos, essa história de esquecer o passado e focar no futuro é meio de se esquivar de mal feitos e talvez até de improbidade administrativa em foco do passado

  8. Santiago de Almeida

    Meus parabéns presidente!!!

    Como sempre pontual professor, infelizmente existem aqueles que disseminam o ódio, discórdia e outras mentiras para a categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>