Destaque, Documentários, Geral

Documentário: Condições de Trabalho – Delegacia de Porto Nacional

VII – DELEGACIA TRIBUTÁRIA DE PORTO NACIONAL

A) P F DE MATEIROS

A) Posto Fiscal de Mateiros

Importante unidade fiscal, devido a grande região produtora de grãos, fica localizada na chapada das mangabeiras, divisa do Estado do Tocantins com a Bahia e Piaui.
Esta fronteira faz parte da chamada área de litígio, onde não existe ainda definição do marco geográfico natural ou artificial que determine o local exato da divisa entre esses Estados. A linha de divisão legal será definida após decisão de ação que está em discussão no STF (Supremo Tribunal Federal).
Vale ressaltar que nessa região encontram-se  grandes produtores, onde o imposto que pode ser recolhido por apenas uma propriedade, pode equivaler à arrecadação anual de dezenas, talvez centenas de microempresas ou empresas de pequeno porte, que geram muito trabalho e pouco faturamento.

posto-fiscal-mateiros-01

posto-fiscal-mateiros-02

1. O posto fiscal funciona em um trailer e numa pequena casa de madeira onde na época da chuva alaga a frente da unidade e na estiagem faz muito calor ficando insuportável ficar dentro do trailer e do lado de fora bastante vento com areia o que incomoda os auditores;

posto-fiscal-mateiros-03

2. Não possui policiamento;

3. A água que abastece a caixa d’agua da  unidade é fornecida por uma fazenda vizinha através de caminhão pipa;

4. Local totalmente isolado, inóspito, mas com grande movimento de saída de grãos na época da safra.

Versão em PDF:
VII – Delegacia Tributária de Porto Nacional – Documentário Asfeto (182 a 184)

Documentário completo em PDF:
Condições de Trabalho nos Postos Fiscais – Documentário Asfeto (Completo)

1 Opinião

  1. Tive a oportunidade de trabalhar nessa unidade que apesar de ser um lugar bonito é isolado, sem estrutura e a falta de condições de trabalho é calamitosa e muito penosa.
    Esse posto fiscal é muito importante para o controle de grãos dessa região produtora que é uma das maiores do Tocantins, que sem dúvida alguma está localizado um número expressivo de grandes produtores.
    Grande abraço,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *