Destaque, Geral

COERÊNCIA: A AÇÃO QUE LASTREIA O DISCURSO!

Caio França de Oliveira - Diretor- Presidente

Quer a sorte, que tudo que se há de realizar, não basta ter competência, inteligência ou senso de oportunidade, é Imprescindível, a credibilidade e o discurso correto! O discurso há que ser retilíneo, inteligível, objetivo, contando  principalmente, com a nobreza de proposito!   

Em respeito às pessoas que em mim confiaram e aos associados da Asfeto,  apresento breve exposição de minhas ações,  como presidente da entidade, cujo mandato encerrar-se-á, no próximo dia 20 de agosto, como todos os associados estão cientes pelas informações veiculadas em nosso site.

Após ter fundado  duas associações profissionais, dois sindicatos, uma cooperativa de moradia popular e ajudado a fundar um partido politico, parti para fundar a Asfeto, e das batalhas que enfrentei, essa foi a mais difícil de todas. No entanto, verdade seja dita:  nas minhas horas insones,  de insegurança  e angustia, não faltou-me o apoio incondicional de uma parcela amiga de fraternos e comprometidos colegas, que além de apoiar-me, alguma vezes, tiveram mais coragem e determinação, do que propriamente esse que vos fala.  Meus mais sinceros agradecimentos a todos eles.

É necessário justificar, que nunca fundei qualquer agremiação para dela tirar proveito pessoal, e se assumi algum cargo nelas, foi por que a necessidade se fez premente. Se fundo uma entidade qualquer e recuso a participar da direção dela, que pensariam meus correligionários, camaradas e companheiros? Se não desse o exemplo, com meu sacrifício pessoal, poderiam pensar: É uma armadilha

A IMPRESCINDIVEL CREDIBILIDADE

Cônscio de que eu tenha uma coletânea de defeitos, mas dentre eles, não constar o de ser  ladrão,  traidor ou oportunista,  precisava criar na ASFETO, a credibilidade tão necessária para se realizar as inadiáveis e pressurosas tarefas classistas. 

Houve embates memoráveis entre nós e os diretores da entidade sindical que deveria nos representar, no entanto, representavam e representam tão somente seus interesses pessoais, muitos deles, inconfessáveis.  Não economizamos verbo e adjetivos nessa peleja, pois não somos mofinos. Todas as nossas acusações  de desídia  por parte deles demonstraram-se verdadeiras, sem que ao menos uma, tenha sido demonstrada inverídica. Nós da Asfeto,  fomos vitimas de uma apoteose de indignidades, calunias, perseguições,  e safadezas sem fim. Tentaram nos calar por todo os meios e  modo imagináveis possíveis.  Por fim, a Babel da infâmia quedou-se e hoje, reduziram-se drasticamente a quantidade de mentiras que reproduziam impunemente.

SEM UNIDADE, A OPOSIÇÃO DEFINHA.

No entanto, ou mesmo ainda, publico e reafirmo meu desapreço pelos vagabundos classistas,   que sobrevivem de discurso  falacioso,  sem referencial ou substancia, pois suas ações se desenvolvem, só e somente só, no campo do oportunismo abjeto, quando lhes convém pessoalmente, estando ausente, o espirito de corpo ou de classe. Um amontoado ou conglomerado de oportunistas!

Entre os desserviços que esses  fariseus prestam a nossa categoria, está o de manter, a direção pelega no sindicato, através de FALSA E MENTIROSA OPOSIÇÃO. Confundem a plateia de quando das eleições, que não consegue entender, quem é situação, quem é oposição, pois se ontem mesmo usavam cargos  em comissão patrocinados pelos pelegos, elogiavam em loas seus “mestres”, por qual motivo hoje seriam oposição? Traição à categoria ou aos seus patrocinadores?  É impossível deixar de perceber, que tão somente desejam substituir a diretoria para se locupletarem financeiramente, às burras  sindical. Vaticino: Assumam ser situação, quem sabe os maganos de lá, deem-lhes alguma oportunidade…..  mais cômodo, mais honesto!

Sou obrigado a reconhecer, que até para a atual diretoria sindical, tratar com traidores desse porte e nível, é extremamente exaustivo.

O FUTURO É AGORA

Voltando os nossos olhos para as nossas batalhas atuais,   percebemos gigantesca tarefa pela frente, a de se realizar diversos convênios e parcerias, mais outro tanto de ações jurídicas que está por vir, garantia de nossos direitos atualmente postergados, para que que não venhamos sofrer prescrição, como já ocorreu sucessivamente, conosco.

Wanderley Nunes, que já faz um belo trabalho atualmente, deverá ampliá-lo na  futura presidência da entidade, apoiado por um  grupo denodados de diretores de sua chapa, que a bem da verdade, em termos de militância classista, é orgulho do fisco.

Eu continuarei dando a minha parcela de colaboração em outro cargo.

Por tudo isso, peço aos associados, colegas, amigos e camaradas,  participação nas eleições informatizada que teremos dia 20 do corrente mês, que  é imprescindível para legitimidade de nossos colegas na direção da Asfeto,  confiança em uma nova batalha, que se reinicia agora!

Pé na estrada, pois!

6 Opiniões

  1. Carlos FREIRE

    Parabéns Caio, pela sua coragem de enfrentar desafios, pelo objetivo de seguir uma linha de trabalho honesto e sincero.Desde já, agradeço e muito a sua participação em nosso meio de trabalho!

  2. Antônio Geraldo

    É isso aí. Parabéns pela ampla divulgação das eleições, e pelo trabalho que se tornou concreto.

  3. Manoel Alves

    Parabéns ao insigne Caio e demais colegas diretores, pela perspicácia que tiveram durante todo esse tempo. Procurando sempre buscar resultados positivos no que tange às nossas demandas. Muitas vezes propondo ações judiciais para que nossos direitos fossem garantidos e consolidados. Certo de que o próximo presidente com os demais diretores, continuem com os mesmos propósitos, empenhando-se sempre em prol de seus filiados.

  4. Marcos Maciel

    Caio, fiel companheiro e inestimável amigo. Falar de sua postura como presidente da querida ASFETO, não seria necessário, uma vez que as ações falam mais que mil palavras, mas por outro lado, não poderia perder a oportunidade de dizer o quão importante está sendo enquanto presidente da nossa associação (e continuará sendo, agora em outra função. O nosso futuro presidente Wanderley Noleto como exímio companheiro e perspicaz diretor que é, dará continuidade a esse trabalho) no que tange aos serviços prestados ao fisco tocantinense. Eu tive a alegria de ter te conhecido (lá pelo semoto ano de 1994), ter trabalhado contigo, e tenho muito mais ainda de ser seu amigo ! Quero te agradecer por tudo que fez por nossa categoria e tenho certeza que continuará fazendo no que tiver ao seu alcance sem medir esforços para o bem da coletividade, Muito obrigado pelo comprometimento e dedicação ao longo desses anos. Um fraterno abraço!

  5. Arnaldo Pessoa

    Parabéns Caio, pelo seu belo trabalho a frente da direção da Asfeto , bem como aos outros colegas que participam desta direção.
    Vocês nunca deixaram de nos defender, sempre lutaram pra conseguir melhores condições de trabalho pra categoria fiscal.
    Espero que a nova Diretoria, na Presidência do nobre colega Wanderley Noleto, junto com os demais participantes da nova direção, dê continuidade ao belo trabalho desenvolvido pela Asfeto até os dias atuais. Eu me sinto muito honrado em fazer parte desta associação.
    Avante Asfeto, a luta continua.

  6. Companheiro Caio,
    Com sua experiência sindical e dedicação à fundação e consolidação da ASFETO, não faltou entusiasmo e motivação para que juntamente com colegas filiados realizássemos esse desiderato.
    Sou suspeito, mas prova viva da sua dedicação e envolvimento com as causas classistas e de interesses coletivos em demandas ombreadas pela ASFETO em sua gestão. Tive a oportunidade de acompanhar e participar lado a lado na construção e realização de tantas ações administrativas e/ou judiciais, as quais, ainda requer defesa e continuidade.
    Desde o nascimento da ASFETO o trabalho tem sido conduzido com muito comprometimento e empenho, o que nos remete a um encargo de muita responsabilidade ao assumirmos essa missão.
    A chapa “Renovação, Inovação e Trabalho” inscrita para eleições 2017 coloca-se a disposição da categoria de filiados para estar a frente na condução do próximo mandato, honrando e cumprindo as propostas que foram publicadas no site da Associação.
    Para tanto, necessitamos do aval de todos, participando do processo eleitoral no dia 20 de agosto.
    Aguardamos todos no dia das eleições, onde estaremos de plantão na sede da entidade.
    Saudações classistas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *