Destaque, Geral

A META AGORA É O REDAF (ESSA É A NOSSA VERDADEIRA COPA)

ESSA É A NOSSA VERDADEIRA COPA, E O RESULTADO DELA É QUE NOS DARÃO MOTIVOS PARA COMEMORAR – A LUTA CONTINUA!!! 
 
bandeira-do-brasil-CopiaNão existe momento mais propicio do que época de copa e de eleições para continuar a luta em busca de nossas conquistas. Nossa entidade estará de plantão, independentemente desses eventos em prol de atender os colegas auditores que estão ansiosos por verdadeiras conquistas. 
 
Em Outubro/2013 publicamos uma matéria  com planilha de cálculos e correção do valor do REDAF para 5.100 (cinco mil reais) até o ano de 2012. Passados 08 meses,  apresentamos aqui nova  tabela com atualização incluindo o  índice de 2013 (veja no final da matéria o novo valor aproximado de R$ 5.700).
 
O Redaf (Ressarcimento de Despesas da Atividade Fiscal) foi criado no dia 21 de fevereiro de 2001, através da Lei nº 1.209, ocorreu devido clamor da categoria por aumento de salário que na época foi implementado de tal forma que ficou acima do vencimento e seus valores foram ferramentas de incentivo à arrecadação. Mas o fato é que essa verba nunca mais  foi atualizada e seus valores  naquela conquista esvaneceu-se, o governo paga na data que bem  entende, o valor está totalmente defasado, as regras continuam duras e necessitam de alterações.
 
Verdade seja dita: Temos culpa nesse processo, devido à nossa omissão, quanto ao assunto. A nossa pseudo-representação tem cuidado demais de suas picuinhas sindicais, esquecendo-se da categoria, e nós, que deveríamos ser representados, ficamos calados, vendo o trem passar.
 
FORMA INTELIGENTE EM AUMENTAR A ARRECADAÇÃO
 
Reiteramos,  essa verba trata-se de custeio da Secretaria da Fazenda rubricadas na conta de receitas advindas de superação das metas tributárias de arrecadação, ou seja, não oneram despesas e não fazem parte do orçamento do Estado. Assim , não há desculpas para não  se propor negociação neste momento até porque é uma parte de nosso salário que deixou de ser reajustado e, ainda, sua correção deverá ser através de lei assim como ocorre com a meta que aumenta todo mês e sua superação pelo esforço de todos os servidores da SEFAZ tem ultrapassado as previsões dessas metas.
 
Por que não criar um prêmio extra com REDAF cheio no fim do exercício financeiro (fim de cada ano) para incentivar o acúmulo de cotas na conta corrente de avaliação desse ressarcimento?
 
DIREITO DA CATEGORIA E OBRIGAÇÃO DO SINDICATO 
 
Que o Sindifiscal cumpra a sua obrigação, pelas alterações e aumento do REDAF, que é legitimo direito, sabendo-se que suas mudanças incentivarão ainda mais os auditores e demais servidores da Secretaria e   só trarão ganhos para o governo, que clama de falta de recursos, Secretaria de Fazenda e, principalmente, a sociedade.
 
Urge  que esse assunto seja discutindo pelas entidades representativas, abrindo uma interlocução com o  Governo do Estado, para sua justa, premente e inadiável correção.  A Asfeto não se omitirá.  
 
Ademais na assembleia de Janeiro do Sindifiscal (há 6 meses), dos 11 itens de reivindicação deliberados pela categoria, apenas um se fez valer: a promoção dos auditores III para IV para janeiro de 2015, porque outras conquistas como subsidio já estavam conquistados desde dezembro de 2013 e  a negociação do retroativo da progressão era uma obrigação do Estado, que já havia se comprometido (veja as deliberações da assembléia no final da matéria). O que o Sindicato fez, foi somente, postergar o processo.
 
Não podemos deixar de lembrar nossos aposentados e pensionistas que vem sendo prejudicados com falta de paridade desde que foi apresentada a primeira tabela da carreira única em que foram classificados em classes inferiores à nossa AFRES III.
 
Por tudo isso é que se precisa continuar nosso estado de greve que foi deliberado em Assembléia Geral, exigindo AS ALTERAÇÕES DO REDAF JÁ!!
TABELA-REDAF-ATUALIZADA
 
SINDIFISCAL–ITENS-APROVADOS-ASSEMBLEIA-DE-JAN-2014

3 Opiniões

  1. ANTONIO LUIS CAVALCANTE ALVES

    Enquanto o quadro do fisco vai ficando mais velho, todos os representantes de sindicatos e associações só pensam em aumentar o valor do REDAF. Trabalhem para que o REDAF seja incorporado a aposentadoria, se não todo, apenas uma porcentagem do mesmo. Daqui a alguns anos teremos nos postos fiscais UTI móvel, pois existem colegas que só aposentarão na compulsória. Teremos um fisco velho sem motivação. Toda equipe tem que ter sangue novo (para que alguns o sugue).

  2. Robispierre Xavier

    Sabedor que sou do quanto esse portal é acessado por muitos colegas, gostaria de fazer um chamado: para nos mobilizarmos em prol da negociação da revisão imediata do nosso REDAF.
    O foco não é só revisão do valor, como também que se defina uma data específica para o pagamento. Além do valor pífio em razão da corrosão inflacionária, não temos uma data certa para recebê-lo.
    Nesse aspecto, está bem claro para todo mundo que a diretoria da entidade que diz nos representar, está ocupada com assuntos menos nobres e em silêncio ensurdecedor. Sinceramente, não dá para ficar com a mão no queixo e esperando esses senhores decidirem quando querem e se querem correr atrás dos nossos interesses. Isso é omissão, passível inclusive de destituição de toda a diretoria, por prevaricação.
    A minha sugestão, portanto, é nós nos mexermos. Penso na composição de uma comissão democrática, com representantes dos quatro cantos do estado, para assumir a linha de frente dessa reivindicação.
    Falo de um movimento legitimado pela base da própria categoria, sem qualquer alusão a essa ou àquela entidade. Sei que temos como fazer isso e me coloco desde já a disposição para encarar essa luta. Resistência é inevitável, mas temos que encará-la até a última instância. Só temos que dedicar um pouco do nosso tempo à causa.
    Ou vamos ficar o resto desse ano a ver navios, sendo achincalhados, oprimidos e abandonados, à margem do respeito que merecemos? Reafirmo: vamos constituir essa comissão sem pretensões individuais, sem manto de qualquer instituição. Desta forma estaremos fazendo um trabalho apolítico, sem ingerências.
    Os interessados que quiserem debater o assunto, meu fone (63) 9220-0081. Meu e-mail: pierremx@gmail.com

    Abraço a todos!

  3. O aumento do REDAF é mais que um direito, é uma obrigação do governo e, agora é o momento certo de continuarmos a MOBILIAÇÃO E O ESTADO DE GREVE, e exigirmos o aumento e as alterações, nem que tenhamos que fazer greve.
    Mobilização e luta tem que ser permanente e nada de deixar para depois, vamos trabalhar porque temos muita coisa para conquistar. VAMOS À LUTA!!! INDEPENDENTE DE COPA E ELEIÇÕES!
    O colega Claudio Murilo frisou bem em seu post lá no opine aqui; “…O redaf dos administrativos são 30% do valor da remuneração deles, e por que o nosso tem que ser fixo, alias fixo e sem correção há 5 anos, então vamos passar para percentual também, assim ele não se defasa tanto, ouvi de um diretor que 4 mil já estava garantido…” Não é que nossos colegas administrativos não mereçam, claro que sim, pois sabemos da importância de todos eles no processo de trabalho nas atividades meio e fim, mas é que nosso trabalho, competência e comprometimento com o aumento da arrecadação lá na ponta, na linha de frente do lançamento e julgamento do credito tributário não estão tendo o devido tratamento, respeito e atenção por parte do injusto valor que é pago pelo prêmio de alcance da meta. O valor está muito desatualizado e que isso demonstra perda e não ganho para os auditores porque faz parte de substituição de aumento salarial no passado que perdeu seu valor, por isso não se trata de ganho e, ademais, substituiu também nossas diárias. Por tudo isso nosso REDAF, que era um sonho no passado, pois me lembro muito bem quando fazíamos a conta diariamente de quanto iriamos receber, virou um pesadelo de atraso e valor irrisório.
    Nisso os auditores não estão recebendo o prêmio de acordo com o que eles merecem devido a sua firme e comprometida participação no aumento da receita.
    Portanto, MOBILIZAÇÃO PARA O AUMENTO DO REDAF E DEMAIS DEMANDAS JÁ!!!
    Grande abraço a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *