Destaque, Geral

MERCADORIAS SEM NOTA FISCAL SÃO REGULARIZADAS PELO FISCO ESTADUAL

07-delegacia-tributaria-taguatingaForam retidas pelo BPMRED- Batalhão de Policia Militar Rodoviário e Divisas e COD-Companhia de Operações de Divisas, mercadorias de secos e molhados em um caminhão sem nota fiscal na Cidade de Novo Jardim, na data de 07 de maio de 2021.

O ilícito fiscal foi identificado depois que a Policia Militar desconfiou de um caminhão carregado com mercadorias a vender de secos e molhados em que o caminhoneiro não apresentou a documentação fiscal pertinente, ou seja, produtos desacobertados de documentos fiscais, momento em que entraram em contato com a Delegacia Fiscal de Taguatinga, na pessoa do Supervisor Fiscal, Auditor Erval Baliza, tendo em vista ser os Auditores Fiscais competentes para tratar de matéria tributária estadual, providenciou a ação fiscal, regularizando as mercadorias que após o pagamento do imposto foi liberado para vender no Estado do Tocantins.

FOTO-APREENSAO-TAGUATodas as informações desta matéria  foram apresentadas pela Delegada Regional de Taguatinga, Jeruza do Nascimento, que solicitou publicação e que faz questão de reiterar a todos os contribuintes que antes do transporte de mercadorias, todos devem procurar as agências de atendimento de cada município ou mesmo a Delegacia para regularizarem as operações de Circulação de Mercadorias no Estado ou interestadual antes de seu transporte, pois os servidores estarão a disposição de todos para informar quais impostos e documentos fiscais são necessários para apresentar a fiscalização em trânsito.

Importante destacar o apoio da policia militar aos Auditores Fiscais da Receita Estadual em todo o Estado que mesmo numa época difícil em que estamos vivendo devido a pandemia estão superando mês a mês as metas de arrecadação estipuladas pela Secretaria da Fazenda, com índices de níveis dos melhores dos fiscos estaduais de todo o país.

A ASFETO parabeniza os Auditores Fiscais da Receita Estadual que laboram em todas as unidades de fiscalização do Estado, estendendo o mesmo aos Policiais Militares que tem sido parceiros para o controle do trânsito de mercadorias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *